Rolete Giro Livre

A Liderroll, em função da sua experiência, detectou no seguimento de dutos e tubulações a necessidade de resolver o problema crônico dos apoios e suportes permanentes dos tubos que compõem o sistema de transporte por dutos. Desta forma, desenvolveu o projeto e patenteou o Sistema de Roletes em Plásticos de Alta Performance (RPAP).

Em algumas indústrias, os dispositivos utilizados para apoiarem, guiarem ou rolarem os tubos durante a sua instalação ou apoio em regime de operação, são constituídos por roletes de aço com rolamentos/buchas ou suportes soldados no costado do tudo que possuem bases deslizantes de Teflon®/Celeron, que além da necessidade de manutenções constantes no que diz respeito a limpeza das superfícies (chapas de inox); lubrificações (rolamentos) e tratamento da corrosão (pinturas), exigem as frequentes substituições dos rolamento defeituosos e dos insertos de Teflon/Celeron pelas suas deformações e desgastes; necessidades estas que geram altos custos diretos na execução destes serviços, bem como custos indiretos nas paradas operacionais das linhas para substituições destes componentes.

Deve-se das destaque, pois é fato, que em pouco tempo e por apresentarem alto grau de corrosão, os roletes de aço acabam “gripando” em seu eixo e na própria estrutura construtiva de sua base e assim param de rolar, perdendo a sua função principal de permitir o trabalho longitudinal da tubulação, transformando-se em simples cavaletes de apoio; induzindo com isso cargas pontuais elevadíssimas no costado das tubulações e transferindo todos os esforços axiais da dilatação da linha para o píer, cargas estas não previstas e calculadas em sua fundações (estaqueamento), colocando em risco as instalações civis dos terminais ou onde foram fixados.

Todos os dispositivos de apoio por Roletes em Plástico de Alta Performance (RAPAP®) são projetados e fabricados para anteder as características particulares de cada linha ou tubulação, podendo ser aplicados em diversas instalações desde píeres de manobra, recebimento e exportação de compressão, via de tubos etc. Tudo isso em consonância com o comportamento de estabilidade e flexibilidade de cada configuração.

Outro ponto de relevância, além de possíveis contaminações ao meio ambiente (impostas no processo de manutenção) pela preservação por pinturas e lubrificações dos rolamentos e/ou buchas, é a redução da probabilidade de acidentes com risco de vida, uma vez que o acesso a esses suportes é muito difícil e os nossos dispositivos por serem protegidos externamente pelo processo de metalização projetada do Zinco por fusão constantes de eletrodos e possuiremos seu mancais de deslize no polímero OMOP auto lubrificado, dispensam qualquer tipo de manutenção de pintura e lubrificação, eliminando com isso a necessidade desses serviços e por consequência a probabilidade de acidentes.

Nossa avaliação estrutural e comportamental é pautada pelo método por elementos finito (norma ANSYS), obedecendo aos parâmetros e limites de segurança das instalações.


 

• Permitem a eliminação de rolamentos de qualquer tipo construtivo em função do sistema de deslize sobre buchas de polímeros especiais.

• Por serem fabricados em plástico de alta performance, não sofrem qualquer tipo de oxidação e portanto no contato Tubulação x Rolete, nenhum tipo de corrosão é induzida ao sistema.

• Os dispositivos são protegidos externamente contra corrosão pelo processo de mentalização projetada de Zinco por fusão constante de eletrodos e possuem seus mancais de deslize em RPAP® auto lubrificados.

• Não necessitam de qualquer tipo de lubrificação e tratamento por pintura.

• Por não necessitarem de pintura e lubrificação, não contaminam o meio ambiente por vazamento destes óleos, graxas ou tintas, em especial nas aplicações sobre o mar.

• O plástico, trabalhando dentro do seu limite de elasticidade, não sofre fadigas e proporciona acomodação dos trabalhos laterais da linha ou tubulação, sem causar amassamentos na tubulação.

• São de extrema alta resistência a abrasão superficial de contato e atrito.

• Pela grande facilidade ao deslize (baixo atrito), não oferece alta resistência a dilatação axial das tubulações e por consequência permite a execução e pilates com menor número de cravações de estacas, reduzindo os custos das fundações.

• São de fáceis instalações e remanejamentos, pois são fixados por 04 chumbadores na estrutura de concreto com apoio direto do costado do tubo sobre os roletes em TSACET VD, ao contrário dos outros suportes que precisam ser soldados 100% em prumo, pintados, com instalação de chapas grauteadas em nível, soldagens de guias laterais, colagem e fixação de recheios (teflon ou celerom), que exigem permanentes inspeções de alinhamento do sistema.

• Podem trabalhar parcialmente ou totalmente imersos em meio líquido.

• Podem ser fabricados em diversas cores por permitirem adição de corantes, o que facilita a identificação de cada linha de montagem do processo produtivo.• Possuem total liberdade de design e projeto, podendo assumir qualquer forma geométrica, tamanho e diâmetro.

• O peso é 75% mais leve em relação ao rolete de aço com rolamento, o que facilita o transporte até o site de montagem (sobre o mar).

• São excelentes isolantes elétricos.

• São inertes a ataques por hidrocarbonetos.

• Possuem proteção contra raios ultravioletas e não se deterioram na exposição à luz solar quando aplicados ao tempo.

• Por absorverem vibrações, proporcionam baixo índice de ruído operacional e baixo índice de vibrações ao sistema nos quais são instalados, reduzindo fadigas e prolongado com isso a vida útil das estruturas onde são montado, além de poderem sacrificar-se em proteção á tubulação.

PROJETOS EXECUTADO E APLICADO: 

Projeto TEBIG/RJ Projeto TEBAR/SP

 

BERÇOS PARA APOIO PERMANENTE DE TUBULAÇÕES

(REF: ADUP-LI. 1808VD)

Dispositivo de berço para apoio permanente de tubulações e dutos, composto por 02 (dois) roletes Unidirecionais independentes; Geometria Côncava para o raio da geratriz externa do tubo em Diâmetros de 20” a 54”; Posição de montagem à  25,00º em relação ao eixo horizontal da tubulação; Fabricados em plástico especial de Alta Performance; por processo de FUNDIÇÃO contínua com LOOP de pressão e temperatura controlada com monitoração constante, atendendo ao processo de Polimerização Aniônica de Caprolactama em Centrífuga de alta velocidade; Tratamento térmico em fornos de atmosfera inerte para o alívio de tensões residuais; Material do rolete em TSACET; Referencia KAMT- 1808.VD; Compostos com 01 (uma) bucha inteiriça de deslizamento (em cada rolete), fabricada em Material autolubrificante; Referencia: ZYMOP-0219.PT e Arruelas de encosto em Material: OMOP; Referencia: 0502.PT; Com 02 Eixos em Aço Inox AISI 316 L; Chavetas e parafusos Allem de trava em Aço Inox AISI 304; montados sobre estrutura em chapa aço, com aplicação de camada metalizada de Zinco por Aspersão Térmica à arco elétrico para proteção contra corrosão, por fusão de arames e sopro de ar comprimido controlado, conforme Norma SSPC-CS 23.00/AWS C2.23M/NACE No. 12 - Specification for the Application of Thermal Spray Coatings (Metallizing) of Aluminum, Zinc, and Their Alloys and Composites for the Corrosion Protection of Steel; Tratamento de selagem com silicone modificado na cor alumínio, conforme Norma Petrobras N-2568; item 7.3.2.

Fotos - Rolete Giro Livre - Dutos

BERÇOS PARA APOIO PERMANENTE DE TUBULAÇÕES

(REF: CON-LI. 1905VD)

Dispositivo de berço para apoio permanente de tubulações e dutos, composto por 01 (um) rolete Unidirecional Monocorpo; Geometria Côncava para o raio da geratriz externa do tubo em Diâmetros de 4” a 20”; Posição de montagem à  90 º em relação à eixo vertical da tubulação; Fabricados em plástico especial de Alta Performance; por processo de FUNDIÇÃO contínua com LOOP de pressão e temperatura controlada com monitoração constante no perfil final, atendendo ao processo de Polimerização Aniônica de Caprolactama em Centrífuga de alta velocidade; Tratamento térmico em fornos de atmosfera inerte para o alívio de tensões residuais; Material do rolete em TSACET; Referencia KAMT-0818.VD; Compostos com 02 (duas) buchas de deslizamento em Material autolubrificante; Referencia: ZYMOP-0219.PT e Arruelas de encosto em Material: OMOP; Referencia: 0205.PT; Com 01 Eixo em Aço Inox AISI 316 L; Chavetas e parafusos Allem de trava em Aço Inox AISI 304; montados sobre estrutura em chapa aço carbono, com aplicação de camada metalizada de Zinco por Aspersão Térmica à arco elétrico para proteção contra corrosão, por fusão de arames e sopro de ar comprimido controlado, conforme Norma SSPC-CS 23.00/AWS C2.23M/NACE No. 12 - Specification for the Application of Thermal Spray Coatings (Metallizing) of Aluminum, Zinc, and Their Alloys and Composites for the Corrosion Protection of Steel; Tratamento de selagem de fundo conforme Norma Petrobras N-2198 (Rev. “C”) e acabamento por pintura da cor final conforme Norma Petrobras N-2677.

NOTA:  A TECNOLOGIA DE UTILIZAÇÃO DE POLÍMEROS NA FABRICAÇÃO DE QUALQUER TIPO DE ROLETE COM SISTEMA DE DESLIZAMENTO SEM ROLAMENTOS E SOBRE BUCHAS, TANTO PARA LANÇAMENTO DE LINHAS COMO PARA APOIO PERMANTE DE TUBULAÇÕES É PROTEGIDO POR  PATENTE REQUERIDA Nº :  MU-8600496-4.

 FICHAS TÉCNICAS (PDF)

FICHA TÉCNICA – ROLETE LIDERROLL GIRO LIVRE
TODAS AS FICHAS TÉCNICAS